Heavy Metal Machines

Carros e muita destruição!

Jogue agora!

Capturas de ecrã [clique para ampliar]

Visão global

O mundo dos MOBAs (Multiplayer Online Battle Arena) não para de crescer, e a Hoplon, empresa 100% brasileira, não quis ficar de fora, lançando o Heavy Metal Machines. Com tantos outros no mercado free2play como Dota 2, League of Legends, SMITE, Heroes of Newerth, Infinite Crisis; lista essa que não para de crescer, o HMM tenta oferecer algo definitivamente diferente com um cenário pós-apocalíptico, e combate baseado em carros equipados com tudo quanto é tipo de arsenal, e pilotos igualmente únicos. Será que esse jogo consegue te dar aquela vibe de Mad Max?

Revisão completa

Heavy Metal Machines segue, a princípio, um formato de MOBAs tradicionais – são partidas de cinco jogadores contra cinco, com três rotas (também conhecidas como lanes, em outros MOBAS), e com o objetivo de destruir as torres das lanes, até alcançar e também detonar a base inimiga. Para isso, os times contam com a ajuda de drones, unidades autônomas que seguem em cada lane, atacando qualquer inimigo em seu caminho. Os jogadores precisam destruir as drones inimigas para conseguir experiência (XP), para subir o nível, e consequentemente a força dos personagens, e scraps, que é usado para comprar itens e habilidades novas durante a partida. Existe também o equivalente da jungle, que são áreas neutras no mapa (ou seja, que não pertencem à nenhum dos dois times) onde existem drones que podem ser destruídos para conquistar uma quantia extra de XP e scraps.

Como em quase todo MOBA, os personagens que o jogador escolhe sempre começam no nível 1 e sem nenhum item extra – cada partida é começada do zero. Mas, seguindo o modelo de microtransações que ficou famoso no League of Legends, a conta do jogador em si ganha, também, XP e Engrenagens, que é uma das unidades monetárias usadas na Loja. Vamos dar uma olhada, então, nas opções do jogo antes de ir ao que realmente interessa – o combate.

Até o momento desta review, o jogo possui apenas 12 pilotos, cada um com seu veículo equipado para destruição. Em comparação a outros MOBAs, é um número bem pequeno, infelizmente, o que limita as variações de partidas que fazem o MOBA um estilo de jogo que é sucedido quando explora essas variações em personagens e estratégias na composição de um time.

Os pilotos estão todos disponíveis na loja para serem comprados tanto por Hoplons, unidade de dinheiro real da empresa, ou Engrenagens. Isso é um ponto importante, pois assim ninguém pode gastar dinheiro real para ter uma vantagem sobre outro jogador, permanecendo assim um jogo realmente free2play, e não pay2win. Mas, como em LoL (é uma comparação inevitável, considerando sua fama), há uma rotação gratuita de pilotos para jogadores novos, ou para jogadores veteranos que não possuem todos os pilotos. Ou seja, nenhum jogador é obrigado a gastar nada para ir para a batalha.

Além de pilotos, os jogadores podem usar engrenagens para comprar as chamadas gambiarras, que são itens ligados às habilidades dos pilotos, podendo ser mais bem customizadas. Essas gambiarras são importantes para a definição de papéis de cada piloto numa partida, uma vez que trabalho em equipe é extremamente importante neste jogo (como em MOBAs em geral). Essas customizações possuem gambiarras em quatro categorias: Durabilidade, o que é inferido ao papel de tanque – o personagem que tenta ser o foco dos ataques inimigos; Suporte, como o nome diz, para pilotos que funcionam melhor como apoio aos companheiros de equipe; Ofensivo, tudo sobre causar destruição; e Tático, que contém um misto de gambiarras para vários bônus.

 

Combate

Vamos ao que interessa: o combate e as partidas em si. Como dito antes, o formato das partidas é de um MOBA tradicional, com três lanes, com drones seguindo o caminho de cada em direção à base inimiga. Normalmente, em MOBAs, os jogadores controlariam a movimentação e ataques de seu personagem por meio de cliques no mapa e em inimigos. No HMM, a movimentação e ataques são bem diferentes, onde o jogo tenta se destacar. Existem dois tipos possíveis de controles para os jogadores: o modo Simulação, que é num estilo mais semelhante à jogos de carro, usando as teclas WASD para movimentar o veículo; e tem também o modo Arcade, também usando as teclas WASD, mas com veículo fazendo as curvas automaticamente na direção apontada pelo jogador. Parece um pouco confuso a princípio, mas depois de algumas partidas se pega o jeito.

Os ataques básicas também são diferentes de MOBAs como LoL ou Dota, mas, de certa forma, semelhante aos ataques do Smite, no simples fato de não existe o chamado auto-attack – um ataque automático que é direcionado diretamente ao alvo. Os ataques básicos no HMM são skill-shots, ou seja, os jogadores precisam mirar seus tiros para acertarem seus alvos. Esses ataques são mirados e feitos com o mouse. Isso torna o combate bem dinâmico, combinando essa movimentação diferente com essa forma de ataque que requer bastante habilidade do jogador.

Ao destruir drones e pilotos inimigos, os jogadores conseguem XP e scraps, este último servindo para comprar items e liberar os ataques especiais dos pilotos. Após liberar cada habilidade, as gambiarras se tornam disponíveis para melhorias, também requerendo scraps. As habilidades variam entre os pilotos, podendo ser ataques especiais para causar um dano maior aos inimigos, ou para dar alguma forma de bônus para os companheiros de time. No caos do combate, o time que destruir as torres em uma lane, e conseguir chegar e destruir a base inimiga leva o jogo.

 

Conclusão

 

O mercado saturado que é o de MOBAs, a Hoplon propôs uma abordagem diferente ao tema com Heavy Metal Machines e, e foi, na maior parte, bem sucedida. De fato, o que destaca este jogo de outros MOBAs é o seu tema e, mais importante, o combate rápido e dinâmico, que cria situações de combate emocionantes. O fato de não ser necessário gastar dinheiro real no jogo com certeza ajuda, também. No fim das contas, não se trata de fazer os pilotos inimigos comerem poeira, mas sim, comerem balas.

Ready to enter the world of Heavy Metal Machines? Click here to play now!

Gráficos: full 3D
PvP: Guildas ou Fracções partidas ou duelos PvP
Cash shop: pouco influente
Exp rate: lenta

Pro

Ideia Original

Twist ao Tradicional

Cash Shop Pouco Presente

Contro

Poucos Pilotos

Controles inicialmente complicados


Fun factor
3.5 out of 5
Community
3.5 out of 5
Gráficos
3.5 out of 5
6.5
For Real Fans

Review summary

Pro

Ideia Original
Twist ao Tradicional
Cash Shop Pouco Presente

Contro

Poucos Pilotos
Controles inicialmente complicados
6.5
Gráficos - 70 / 100
Fun factor - 70 / 100
Longevity - 80 / 100
Originalidade - 80 / 100
Community - 70 / 100

Eu gosto deste jogo, quero
Registar-me e jogar agora